Mensagem do Coordenador

Bem-vindos à Cátedra Alumni Medicina – Professor Pinto Machado.

É uma honra e um enorme privilégio inaugurar a Cátedra Alumni Medicina – Professor Pinto Machado.

Ao longo da nossa relação com o mundo e com os outros, vamos construindo o nosso “espaço de valores e de virtudes humanas”, individual e coletivamente.  A riqueza deste espaço fica marcada pela vivência dos encontros com as Pessoas que vão preenchendo, passo a passo, dia-a-dia, momento a momento, a caminhada da nossa vida. Todos, na Escola de Medicina (anteriormente designada por Escola de Ciências da Saúde), que tive o privilégio de acompanhar desde a sua criação, fazem parte das Pessoas que marcam indelevelmente a riqueza da nossa vida.

Aqui nesta Escola, começamos com um pequeno grupo de pessoas, às quais se foram juntando muitas outras, sonhadoras, entusiastas e empenhadas. Em todos, a competência, a capacidade de trabalho e o entusiasmo foram sempre uma constante. Esta Escola e o seu Instituto de Investigação em Ciências da Vida e Saúde, o ICVS, são bem a expressão de uma “cultura colaborativa”, a todos os níveis.

A medicina de hoje, para além do imprescindível conhecimento biomédico e treino clínico, é, também, cada vez mais uma medicina ético – relacional. É a medicina da dignidade humana, do auscultar o sofrimento que não se pode alhear da totalidade “Pessoa” e do cuidar do todo nas suas múltiplas e complexas dimensões. Acreditamos que os jovens médicos aqui formados estarão sempre comprometidos em serem Médicos capazes de prosseguir com êxito a sua formação profissional e empenhados em serem peritos em ciência, arte e consciência. Bons Médicos e Médicos Bons!
Como diz o poeta Sebastião Gama, Pelo Sonho é que vamos (…). O empreendimento da construção do “Edifício Científico, Educativo e Humano” da Escola de Medicina prossegue em várias frentes. A Cátedra JPM é mais uma delas, renovando-se a semente do que foi concebido, fundado e realizado pelo Professor Joaquim Pinto Machado.

Para a concretização dos nossos sonhos enumero, ao modo de receita, 10 ingredientes essenciais:
– O querer;
– O aprender a saber fazer;
– O fazer;
– A paixão pelo que se faz;
– O prazer do conhecimento;
– O ser estudante por toda a vida;
– O dar o exemplo;
– O ser;
– O compromisso;
– O TRABALHO!

E vamos caminhando, semeando …
Que este espaço Cátedra JPM, que a Escola de Medicina agora oferece, seja mais uma “Semente” para a dinamização do papel das humanidades na estruturação da personalidade, do caráter e da prática profissional de cada um de nós:

Que seja afinal, um “Laboratório” de Reflexão e Promoção de cultura humanística!

Contamos com todos, esperando que a viagem, por cada página do site da Cátedra, acrescida de tons de arte e de música, que aqui vos oferecemos, seja uma agradável, desafiante e reconfortante experiência para todos!

E,
SEJAM FELIZES!

Cecília Leão
(Coordenadora da Cátedra)

Sobre Nós

A Cátedra JPM assume-se como estrutura de apoio a projetos de ensino, investigação e inovação no domínio de Artes & Humanidades em Medicina, contribuindo para aprofundar a formação numa área que julgamos crítica para a missão da Escola de Medicina da Universidade do Minho.
Nesta perspetiva, definiram-se como prioridades os seguintes tópicos científicos e desafios formativos:
– Investigação em i) BioÉtica, ii) Integridade na Investigação Científica, iii) Medicina Narrativa e Prática Reflexiva;
– Artes e Literatura;
– Formação Avançada em BioÉtica e Ética na Prática Clínica.

Equipa Base

Ementas Literárias e Oficinas de Literatura (*)
Coordenação e concepção: Gil Castro; Nadine Santos; José Manuel Mendes; Cecília Leão

Livro “No Sotão do Pensamento”
Pedro Morgado em parceria com o NEMUM

Investigação e Inovação
Cecília Leão; João Bessa; Nadine Santos; Patrícia Monteiro; Pedro Morgado; Marco António; João Cerqueira; Pedro Teixeira; Cláudia Falcão Reis; Paulo Reis Pina.

Formação Avançada (*)
Cecília Leão; João Bessa; Nadine Santos; Patricia Monteiro.

Colaboradores EM UM (**)
– Docentes, Investigadores e Funcionários
– Estudantes MIMED
– NEMUM
– Alumni Medicina

 

(*) Contribuições: citadas nas respetivas coletâneas em que participaram
(**) Colaboradores: citados nas atividades em que participaram

Bolsas de apoio à investigação e inovação

Abertura de concursos a anunciar pela Cátedra na página da EM-Uminho em http://www.med.uminho.pt/

A Cátedra JPM assume como objetivo futuro apoiar investigação e inovação na área das Humanidades em Medicina, docentes e investigadores da Escola de Medicina da Universidade do Minho (EM-UM) que desenvolvam as suas atividades nesta área, sob a forma, designadamente, de bolsas de apoio à investigação e inovação.

As bolsas são atribuídas de acordo com o estabelecido nas cláusulas 3ª e 4ª Regulamento da Cátedra / Despacho RT-04/2018.

Conforme o Regulamento da Cátedra, a abertura dos concursos, com indicação dos respetivos montantes a conceder, é anunciada pela Cátedra na página da EM-Uminho em http://www.med.uminho.pt/.

Júri de seleção

As candidaturas serão apreciadas por um Júri constituído pelo Colégio Diretivo da Cátedra, podendo ainda incluir outros membros (até um máximo de três) designados pelo Conselho Científico da Escola de Medicina.

Coordenador da Cátedra

Coordenador da Cátedra: Maria Cecília Lemos Pinto Estrela Leão

A coordenação das atividades associadas à Cátedra, bem como a gestão de todo o seu expediente, é exercida por uma personalidade nomeada pelo Reitor, sob proposta da presidência da EM-UM, designada por Coordenador que articula a sua atividade com o Colégio Diretivo da Cátedra.
A nomeação do atual Coordenador ocorreu em janeiro 2018, por aprovação RT-UM sob proposta da Presidência de Escola (EM – 0105/2018).

Colégio Diretivo da Cátedra

Presidente de Escola:
– Nuno Sousa

Vice-Presidentes:
– Jorge Pedrosa
– José Miguel Pêgo
– Pedro Morgado

A coordenação da Cátedra é exercida por um Colégio Diretivo constituído pelo Presidente e Vice-Presidentes da EM-UMinho a quem compete: promover e dinamizar o mecenato da Cátedra; promover a divulgação da abertura de candidaturas e efetuar a devida publicitação; assegurar o tratamento dos assuntos relativos a cada concurso de abertura de candidaturas; fixar e divulgar os critérios de seleção e avaliação; implementar os respetivos processos de seleção e avaliação; zelar pelo equilíbrio financeiro da Cátedra.

Criação da Cátedra

Cátedra Alumni Medicina – Professor Pinto Machado criada por despacho RT-04/2018, sob proposta da Escola de Medicina da UMinho.

A formação de médicos peritos em ciência, arte e consciência é o desígnio primordial que a Escola de Medicina da Universidade do Minho (EM-UM) tem perseguido desde a sua criação. Para além do domínio do conhecimento científico e do uso da boa prática, pretende-se que os médicos do século XXI desenvolvam a capacidade de compreender cada um na sua singular especificidade e de aceitar todos na sua enorme diversidade.

A prossecução deste objetivo assenta em três pilares fundamentais: uma sólida formação científica, catalisadora do pensamento crítico, da capacidade de atualização permanente e da procura de uma prática baseada na evidência e no conhecimento de base científica; uma exigente e vasta formação prática que inclui o treino sistemático em laboratório de aptidões e, posteriormente, em contexto clínico; uma permanente e reflexiva formação em humanidades que abrange um vasto conjunto de domínios da experiência humana, incluindo o cinema e o teatro, a literatura, a ética, a música, a expressão plástica, a história e a religião.

Do ponto de vista curricular, a EM-UM reconhece a centralidade das Humanidades no currículo médico, dedicando-lhes uma área que se desenvolve ao longo dos primeiros cinco anos do Mestrado Integrado em Medicina. As humanidades surgem assim como uma área nuclear do curso, a par das demais disciplinas que tradicionalmente compõem a formação médica.

A Alumni Medicina, Núcleo de Antigos Estudantes de Medicina da Universidade do Minho, é uma associação sem fins lucrativos que mantém com a EM-UM relações de intensa e profícua colaboração. A associação Alumni Medicina tem-se revelado um parceiro fundamental na manutenção dos laços que unem os antigos alunos à Universidade, mas também na dinamização de atividades de índole científica e cultural em que se destaca a instalação e curadoria de uma galeria de arte no átrio da EM-UM.

No âmbito das relações de parceria e de colaboração entre a Alumni Medicina e a Escola de Medicina da UMinho, e tendo em vista a promoção da manutenção dos laços dos antigos alunos da UMinho, aliada à necessidade de apoiar a investigação sob a forma de bolsas de apoio à investigação e inovação, é instituída a Cátedra Alumni Medicina – Professor Pinto Machado. A Cátedra Alumni Medicina-Professor Pinto Machado tem como objetivo apoiar a investigação e a inovação na área das Humanidades em Medicina, docentes e investigadores da EM-UM que desenvolvam as suas atividades nesta área cuja gestão e coordenação constam de regulamento próprio que faz parte integrante do despacho reitoral de criação da Cátedra (despacho RT-04/2018).

A Cátedra JPM evoca a figura ímpar do Académico e Humanista Professor Joaquim Pinto Machado, mantendo viva a sua memória e correspondendo à expressão do seu espírito holístico que a todos nos estimulava a compreender, a interiorizar e a praticar valores de vida dos quais uma escola médica não se pode alhear. Esperamos desta forma contribuir para a promoção das artes e humanidades como componente fundamental na cultura e enriquecimento pessoal e coletivo de toda a comunidade desta Escola.

Nuno Sousa
(Presidente da Escola de Medicina)